top of page

Suas crenças limitam a sua vida

Você já pensou sobre isso? Até que ponto você carrega conceitos que colocam limites no seu potencial, na sua felicidade, na sua capacidade de produzir e se destacar? 

Vamos pensar sobre isso e buscar formas de nos libertar!




O que é uma crença? 


Crença são afirmações ou negações que recebemos ou criamos e que, de certa forma, se tornam “guias” para nossa forma de ser, viver, trabalhar, prosperar, nos ver.

Essas afirmações ou negações - repetidas no sistema familiar ou dentro de nós - passam a ser aceitas pela mente como uma verdade cristalizada, criando um “ambiente emocional” limitado e, quando nossas emoções nos limitam, nossa mente nos limita, também limitamos nossa vida.

As crenças alcançam uma profundidade ímpar, porque surgem de sentimentos baseados em experiências de vida (nossas ou de outras pessoas próximas) que trouxeram alguma forma de prejuízo, dano ou dor e se fazem presentes no nosso subconsciente como uma forma de “defesa”, de “proteção”. Uma convicção registrada no subconsciente cria a nossa realidade a partir de si mesma, buscando sempre a confirmação da crença.

Uma crença subconsciente começa no nível da consciência e, depois de reafirmada passa para o subconsciente, onde, novamente é reafirmada, mas já de forma “automática”. Por exemplo, se você ouviu diversas vezes na sua família frases do tipo “aquela lá quer se aparecer”, “parece uma piranha enfeitada daquele jeito”, “mas é muito oferecida” - usadas para descrever uma mulher bonita, feminina, bem vestida, é possível que seu subconsciente entenda que ser bonita, feminina e vestir-se bem, com roupas que valorizam a beleza significa ser vulgar, disponível ao público masculino, exibida e outras coisas pejorativas. 

Se essas afirmações  se tornarem verdade dentro de você, é possível que não se sinta bem quando se perceber bonita, atraente, feminina. É possível que evite roupas que valorizam sua beleza, personalidade e feminilidade, é possível que evite se maquiar, cuidar do corpo e da estética. Afinal, no seu sistema, você não foi autorizada, se o fizer, sentirá como se não pertencesse.

E, se, em algum momento, por força de uma formalidade, você se empoderar inteira e alguém elogiar, você terá dificuldade para aceitar o elogio, dificuldade para sentir-se lisonjeada e valorizada. Vai sentir o contrário, vai se sentir como se você fosse hoje a moça criticada (aquele vez) por sua família. Isso machuca nem sabemos (conscientemente) o porquê.


Como se forma uma crença?

A forma mais comum é por REPETIÇÃO - como no exemplo dado anteriormente, ouvir várias vezes falas semelhantes produzem um sentido de verdade absoluta e incontestável do tipo “é porque sempre foi”. 

Outra forma é por FORTE IMPACTO EMOCIONAL, isso acontece quando há uma situação que gera trauma ou bloqueio. Um susto, um assalto, uma situação de abandono (criança que se perde da mãe em um lugar estranho, ou diante de uma necessidade - doença, medo, dor - não consegue o cuidado da mãe), um atropelamento, uma doença grave, uma perda,... -  estes são exemplos de fatos que causam um forte impacto emocional e geram crenças relacionadas à experiência.


Teste suas crenças limitantes

Há uma técnica terapêutica chamada Thetahealing que propõe uma testagem para as crenças. O teste consiste em, primeiramente, se hidratar, depois ficar em pé e fazer um movimento, em frente ao tórax, como se estivesse fechando o zíper do moletom, esse movimento fecha o seu campo de energia. Em seguida, diga “sim” e observe se seu corpo inclina-se levemente para frente e, ao dizer “não” seu corpo deve inclinar-se levemente para trás. 

Quando seu corpo reagir ao “sim” e ao “não”, você poderá começar o exercício, que consiste em dizer a crença em voz alta e aguardar a reação do seu corpo.

Se ao dizer a crença seu corpo inclinar-se para a frente, significa que você crê no que disse, caso seu corpo incline-se para trás, então você não crê nessa crença. 

Mas eu não sei quais crenças dizer!!!

Tudo bem, há uma lista imensa de crenças limitantes abaixo, você pode usá-las para tomar consciência das suas crenças e entender melhor seus sentimentos, comportamentos e relações:


TRABALHO

  • Deus ajuda quem cedo madruga

  • Sem trabalho duro não se consegue nada

  • Não é possível viver do que se ama

  • Sou 100% meu trabalho

  • Tenho que batalhar muito

  • Ou me dedico à carreira ou à família

  • Eu odeio meu trabalho

  • Ninguém me valoriza no trabalho

  • O mundo está em crise, e por isso tudo está muito difícil

  • Não tem emprego para todo mundo

  • Alguém vai roubar meu emprego

  • Trabalho é uma obrigação

  • O trabalho dignifica o homem (a dignidade está atrelada à capacidade de trabalhar, se está doente, não é digno!)

  • Vou morrer trabalhando

  • Quem trabalha não enriquece

  • Quem trabalha não tem tempo de viver/ser feliz…

  • Trabalho para pagar as contas

EU COMIGO MESMO

  • Nunca faço nada direito

  • Eu preciso provar meu valor

  • Não sou bom o bastante

  • É tudo minha culpa

  • Não faço o suficiente para ter sucesso

  • Tudo que faço dá errado

  • Se eu ficar com raiva, sou uma pessoa má

  • Não mereço

  • Sou muito burro/não aprendo

  • Não tenho tempo

  • Sou novo demais para isso

  • Sou velho demais para isso

  • Não sei por onde começar

  • Não tenho conhecimentos o suficiente

  • Eu tenho que sofrer para aprender

  • Não dou sorte na vida

  • Eu não sirvo pra nada

  • Quando é fácil não é pra mim

  • Só consigo alguma coisa com muita luta

  • Minha família toda é pobre (eu sou da família=eu sou pobre)

  • é demais pra mim/ me contento com menos/ nem sonho com tanto

AMOR E RELACIONAMENTO

  • O amor machuca

  • Homem/mulher não presta

  • Homem/mulher só valoriza depois que perde

  • Sorte no jogo, azar no amor

  • Não grite a sua felicidade, pois a inveja tem sono leve

  • Mulher gosta é de dinheiro

  • Quem eu quero não me quer

  • Ninguém me ama, ninguém me quer

  • Nasci pra ser sozinho

  • É mais seguro estar sozinho

  • Eu vou morrer sozinho

  • Casamento é game over

  • Eu preciso de alguém que cuide de mim

  • Todo mundo que eu amo me machuca

  • Só dava certo com meu ex

  • Eu só escolho a pessoa errada

  • Meu dedo é podre

  • Meu cupido é ruim de mira

  • Eu só posso me relacionar com quem me faz mal

  • Amar é sofrer

  • Eu devo me sacrificar por amor

  • O amor é tudo

  • Quem ama sempre perdoa (se eu amo suporto tudo, porque devo perdoar para provar meu amor)

  • se casar fosse bom, o povo não separava tanto

  • melhor sozinho do que mal acompanhado

  • sou eu por mim mesmo

  • sou uma pessoa difícil

  • amar é coisa de louco/trouxa

  • todo homem trai

  • não confio em homem/mulher 

DINHEIRO

  • Dinheiro é sujo

  • É difícil eu ganhar mais dinheiro

  • Dinheiro corrompe

  • Tem que trabalhar muito pra ganhar dinheiro

  • Só através do meu trabalho eu ganho dinheiro

  • Dinheiro atrai invejosos, interesseiras

  • Sou pobre, mas sou limpinho

  • Dinheiro não dá em árvore

  • Dinheiro não traz felicidade

  • Para ser rico é preciso vender a alma ao diabo

  • Todo rico é desonesto

  • Só é rico quem é desonesto.

  • Ou você é rico ou é feliz, nunca as duas coisas

  • Não é possível ganhar dinheiro, fazendo o que a gente ama.

  • Vou ser pobre para sempre.

  • Não tenho dinheiro para nada.

  • Nunca vou ser rico.

  • Ou eu sigo meus sonhos ou eu ganho dinheiro.

  • O dinheiro é a raiz de todo mal.

  • Se eu pudesse e meu dinheiro desse.

  • Não tenho dinheiro pra nada.

  • Não se pode ter tudo.

  • Não posso pagar

  • Nunca vou poder ter…

  • Pra ter dinheiro só se tem duas chances: nascendo rico ou casando com rico

  • Sempre ganho pouco/meu salário não dá pra nada

  • Só é feia quem é pobre



Como se libertar de uma crença em 7 passos

1º Com o exercício fizemos o 1º passo que é RECONHECER cada crença. Reconhecer, aceitar que atua na nossa vida e que não é definitiva;


2º Identifique as situações em que você utilizou cada crença, IDENTIFICAR como a crença atua no seu comportamento ou pensamento é um desafio que requer observação e persistência


3º Após, conhecer, reconhecer e identificar, começa o processo de QUERER - esse é o mais difícil, porque a crença está enraizada dentro de você e seu querer, nesse momento, deve ser maior que a crença, deve ser um querer insistente e decisivo;


4º A GRATIDÃO é o próximo passo. Olhar para origem das nossas crenças - antepassados, família, situação traumática - e agradecer, porque naquele momento, daquela forma, essa crença foi importante, mas agora, já não é mais; cumpriu a sua missão, o seu tempo e está livre para se desfazer.


5º Também é preciso fazer um exercício: QUESTIONAR! Questione suas crenças: “dinheiro não dá em árvore” - como não? Muitas frutas dão em árvores, são cultivadas, colhidas e vendidas e se tornam dinheiro. “Tudo o que faço dá errado” - quais coisas deram errado? Essas são todas? Nunca nada deu certo? Enumere para si mesmo quais coisas deram errado, quais deram certo e quais estão em processo, assim você terá clareza sobre suas conquistas, aprenda a valorizar cada conquista.


Se você decidiu eliminar suas crenças e mudar seu mindset (mentalidade), às vezes, precisará NEUTRALIZAR pessoas ou situações que reforcem as crenças negativas, inclusive amigos e familiares. Há vezes em que neutralizar se torna difícil e precisamos nos distanciar ou reduzir a convivência. Nossa saúde mental merece!


CONSTRUA novas crenças e como você pode fazer isso? Repetindo para si mesmo afirmações positivas: “Eu sou muito próspero!”; “O dinheiro é força de vida, me proporciona momentos felizes”; “Cada dia me sinto mais bonita”, “Meu trabalho é abençoado, traz prosperidade para minha casa”, “Minha nova oportunidade de trabalho está próxima, eu mereço essa oportunidade” - REPITA! REPITA! Exercite a repetição até a afirmação se tornar pensamento e depois comportamento.


NÃO DESISTA DE TORNAR A SUA VIDA MERECEDORA DA REALIZAÇÃO DOS SEUS SONHOS - assim que conseguir transformar seus pensamentos, conseguirá transformar tudo ao seu redor. INSISTA CONSIGO MESMO até se convencer!


Se precisar de ajuda, conte com a Hipnose e a PNL para interromper a atuação de suas crenças e criar um novo cenário mental para suas novas crenças positivas.

11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page